Gás natural segue vantajoso para indústrias de alimentos e bebidas

A alta demanda de energia térmica nos processos das indústrias de alimentos e bebidas pode ser suprida através do uso do gás natural (GN). Adotado como solução energética eficiente e que dispensa armazenamento, o GN pode ser utilizado como energético nos processos de secagem, refino, cocção, torrefação, panificação, pasteurização, destilação e lavagem. O gás natural é utilizado nos principais equipamentos deste segmento, como: geradores de vapor (caldeiras), ar quente (estufas) e fornos.

Veja as vantagens de se utilizar gás natural na indústria de alimentos e bebidas:

  • Por sua pureza e ausência de contaminantes, bem como pela eficiência da queima, o gás natural pode ser usado diretamente nos fornos, com maior aproveitamento da temperatura interna, que resulta em mais qualidade e eficiência
  • Quando utilizado para a geração de vapor, visando higienização ou cocção, o gás natural possibilita maior rendimento e redução dos gastos com manutenção, pois evita a formação de crostas nos tubos, assegurando, ainda, um ambiente isento de fuligem;
  • Além da redução dos custos de energia e manutenção, em comparação com os fornos elétricos, o gás propicia um melhor controle da temperatura interna, refletindo-se em uma produção homogênea e de qualidade assegurada;
  • Não há armazenagem de gás natural, o que possibilidade maior segurança e ganho de espaço para as indústrias.