Rumo inicia atividades de Escola de Manobra

Curso de formação de manobradores, realizado em parceria com o Senai, deve ser principal porta de entrada de novos profissionais na companhia de logística ferroviária

A Rumo, maior concessionária de ferrovias do Brasil, estruturou seu programa de formação de manobradores e iniciou nessa quarta-feira (18) as novas atividades de sua Escola de Manobra. A aula inaugural, com 25 alunos, foi realizada em Curitiba (PR), onde fica a sede da Companhia e parte da estrutura de formação. Em junho, o curso será ministrado para uma segunda turma em Araraquara (SP).

Durante o último ano, especialistas revisaram e reformularam as atividades de qualificação. O programa de formação Escola de Manobra, realizado em parceria com o Senai, será a principal porta de entrada para novos manobradores na empresa. A Rumo mantém, ainda, programas de formação de maquinistas e de condutores de auto de linha (veículo de apoio à operação ferroviária).

"Estamos felizes por colocar em prática o projeto de formação de manobradores, que é um pilar importante para termos uma operação ainda mais segura", afirma o Vice-Presidente da Operação Sul da Rumo, Darlan Fábio De David. "A manobra ferroviária exige conhecimento e muita dedicação e esse projeto permitirá que nossos colaboradores estejam mais preparados para exercer suas atividades."

A necessidade de manobradores e maquinistas aumenta de acordo com a demanda por transporte ferroviário, que cresceu 5% em 2015 nas regiões onde a Rumo atua. A empresa opera ferrovias em seis estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) e vem investindo em novas locomotivas, vagões e na própria estrutura ferroviária.

"O modelo desenhado tem a estratégia de unir conhecimento e execução", diz a gerente de Recursos Humanos, Daniele Ribeiro Theodorovicz. "As atividades qualificam nossos colaboradores por meio do conhecimento técnico, prático e on the job, tendo a segurança como força motriz. Essa é a primeira ferrovia brasileira com um modelo de escola prática na formação de manobradores."

Os alunos passam cinco semanas na Escola de Manobra, durantes as quais recebem treinamentos teóricos e práticos. Realizada num pátio ferroviário exclusivo, com locomotivas e vagões de diversos modelos, a parte prática permite ao aluno vivenciar o dia a dia na área de manobra. Cada turma cumpre ainda cinco semanas de instrução em ambiente de trabalho, sob a supervisão de um instrutor.

Anualmente, a Rumo qualifica cerca de 120 manobradores e 150 maquinistas. Cada vez mais, os programas de qualificação estão se tornando a principal porta de entrada dos profissionais na Companhia. Uma qualificação profissional mais precisa e com ênfase em segurança é uma tendência no transporte ferroviário do Brasil, que conta hoje com 28 mil quilômetros de ferrovias. 

Sobre a Rumo

A concessionária tem 12 mil quilômetros de malha ferroviária, 966 locomotivas, 28 mil vagões e quase 12 mil funcionários diretos e indiretos. Só maquinistas, são 1,75 mil profissionais. Sua capacidade de elevação no Porto de Santos e no Porto de Paranaguá é de 29 milhões de toneladas ao ano.

Novas turmas

O ingresso na Escola de Manobra depende de seleção prévia. O primeiro passo para os interessados é enviar currículo por e-mail para unidades regionais de recrutamento da Rumo.

Itu (SP): recrutamento.itu@rumolog.com

Santos (SP): recrutamento@rumolog.com

Demais cidades de SP, MT e MS: recrutamento.mn@rumolog.com

Centro-Sul do PR: selecaorumopontagrossa@rumolog.com

Norte do PR: recrutamento.norte@rumolog.com

Demais cidades de PR e SC: selecaoprsc@rumolog.com

RS: vagas.uprs@rumolog.com