EESG Blog

Cosan integra carteira 2021/2022 do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3

Pelo segundo ano consecutivo, a Cosan integra a carteira 2021/2022 do ISE, o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. O índice, que é uma iniciativa pioneira na América Latina e tem como objetivo reconhecer empresas conforme suas práticas ESG (sigla em inglês para critérios ambientais, sociais e de governança), reúne, nesse ciclo, 34 empresas de 15 setores que, juntas, somam R$ 1,6 trilhão em valor de mercado.

Para a composição de sua 17ª carteira, o índice apresentou alterações importantes em sua governança e metodologia, em linha com os principais frameworks internacionais de referência, bem como integrou avaliações realizadas via questionário de clima do Climate Disclosure Project (CDP) e índice de risco reputacional proveniente do RepRisk, elevando o nível de exigência.

Em relação à performance, a Cosan garantiu nota máxima em critérios de governança corporativa, como governança de controladas, coligadas e/ou subsidiárias e manutenção do ambiente competitivo. Já a Raízen, que responde o questionário conjuntamente à holding, também teve ótima performance em temas como liderança e responsabilidade do capital humano, gestão do engajamento com stakeholders e desempenho em políticas e práticas de gestão ambiental.

Além disso, reforçando o compromisso do Grupo Cosan com o desenvolvimento sustentável, pela primeira vez, a Rumo foi selecionada para compor a seleta carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial.

“Esse resultado é produto da adoção contínua de melhores práticas ambientais, sociais e de governança no Grupo Cosan, demonstrando nosso aprimoramento constante na agenda da Sustentabilidade, nossa capacidade de geração de valor no longo prazo e nosso esforço para atender os mais rigorosos padrões de mercado”, destaca Marina Carlini, Gerente Executiva de ESG & Comunicação Externa da Cosan.